REFLEXÕES


VIDA E ALEGRIA
A vida é um cântico de esperança e luz na caminhada do espírito.
Há quem lamente, quem desdenhe ou faça pouco das mensagens otimistas a respeito da alegria de viver.
Geralmente, alegria para o homem é o estado de satisfação de todos os seus apetites humanos, a concretização de todos os seus desejos materiais e até mesmo o conforto no aconchego da sua família e daqueles com quem elege viver.
Pois bem, segundo nos relatam os bons espíritos, nada disto é garantia absoluta de se viver alegre. Encontramos no mundo inúmeras criaturas que possuem tudo isto, e não é regra de que sejam todos felizes. Dentre estes, muitos suicidam-se inexplicavelmente para o assombro daqueles que lhes acompanham a vida. Perplexos alguns e sem entendimento outros, todos são unânimes em perguntar: Onde o sentido de viver? Onde a alegria tão almejada?
É importante ressaltar que a alegria de viver é um estado de alma, uma forma de sentir e perceber a vida que não guarda relação com qualquer coisa que possa ser encontrado no mundo das formas. A vida corpórea é um momento breve na vida do espírito, que é eterno, pode ser confortável, mas nem sempre alegre. Por ser imperfeito o homem não consegue compreender o valor daquilo que possui, muito menos entender o papel de todos aqueles que transitam pela sua vida, na condição de entes queridos ou não. À medida que retorna ao corpo, vai adquirindo novos valores, consequentemente vai se beneficiando mais e mais dos novos sentimentos que conquista, e assim, os problemas exteriores vão lhe ferindo cada vez menos.
As pessoas alegres não deixam de sentir as dores naturais comum a todos os seres deste planeta, mas são menos suscetíveis a elas, lutam com mais bravura e possuem confiança em Deus e em si mesmas, trabalham e auxiliam os seus irmãos, seguindo com mais mansidão diante dos enfrentamentos. São mais resignadas e não apáticas, esforçam-se ao invés de se abaterem, não reclamam, são mais otimistas e não se entregam ao pessimismo, procuram amar e sentem o amor que dão, muito mais do que o que recebem.
Não é difícil compreender a grandeza dessas belas almas, todos conhecemos alguma ou iremos conhecer. Aprender com elas é urgente para bem viver e ser feliz. Elas vivem o que nos ensinou o venerando Senhor, que nos recomendou: “ ...permanecei no meu amor”.
SEJAMOS GRATOS A VIDA QUE TEMOS E CONQUISTEMOS A ALEGRIA DE VIVER.
Autor: Adelvair David        

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REFLEXÕES

REFLEXÕES