quarta-feira, 22 de abril de 2015

JANTAR BENEFICENTE

CAROS AMIGOS E IRMÃOS 
Neste sábado, dia 25 de abril estamos de volta como nosso
 JANTAR BENEFICENTE CASA DE MADÔ, o grupo espírita beneficente Maria Dolores, das 20h as 22h:30.
Cardápio: Lombo de Porco, Arroz branco, Creme de Milho, Farofa de Bacon com banana, Salada de abobrinha, Mousseline de batata doce com mandioca e Salada Refrescante... Aproveite, tem muita coisa gostosa.
Endereço: Rua 19, nº 768, Bairro S. Judas Tadeu - Jales,SP Os ingressos estão a venda com os trabalhadores ou voce pode reservar pelo email: addavid1@gmail.com ou ainda pelo fone: 17-3632.5095 (D. Lourdes, a mãe do David) 
Os recursos são revertidos em prol da manutenção da casa e das atividades com as famílias carentes assistidas pela casa.
SEJA BEM VINDO AO NOSSO CORAÇÃO

sexta-feira, 10 de abril de 2015

PARA CONVERSAR


NO TRATO COM A MEDIUNIDADE


DOUTRINADOR e ou DIALOGADOR
Quando tratamos do assunto doutrinação ou do dialogador em reunião mediúnica é importante ressaltar a necessidade do preparo que se deve ter para esta tarefa.
Ao contrário do que comumente se acredita, que basta a boa vontade e reta moral, os especialistas e também os espíritos quando tratam deste assunto, indicam que é preciso mais.
O dialogador/doutrinador, deve reunir a capacidade da lógica, do entendimento e da moral elevada. Pode acontecer de não ter tido oportunidade de desenvolve-las nesta vida, porém, as traga de outras existências, sendo assim, já reúna os requisitos necessários que no momento do trabalho o torne excelente tratador das questões relacionadas às dores alheias, auxiliando os espíritos sofredores ou obstinados no mal, com sentimento e apropriada argumentação. Isto pode ser percebido no trato com os encarnados, onde ele já manifesta esta maturidade, caso contrário sem reunir as condições apropriadas não é prudente aventurar-se na tarefa, pois além de não ser positivo poderá trazer embaraços pessoais e para o grupo.
No livro Trabalho Mediúnico, desafios e possibilidades, editado pela FEB, de autoria de Carlos Campetti e Vera Campetti, no item raciocínio, lógica e conhecimento, nas páginas 143 e 144, os autores dizem: “[...] o doutrinador precisa dispor de acesso a recursos de argumentação e de análise lógica, conhecimento de princípios de debate, ideias logicamente estruturadas, conceitos de vida elevados, exaustivamente racionalizados e outros recursos da mente de mesma natureza. Esses elementos serão utilizados como instrumento e trabalho para apoiar e, em muitos casos, até mesmo direcionar os irmãos infelizes para a descoberta de si mesmos, de suas necessidades e anseios, bem como para incentivá-los no rumo de aceitação de sua realidade e da busca de soluções e alternativas para o desenvolvimento de seu processo de renovação íntima.”
Dizem os autores, que o espírito Emmanuel salienta que “é imprescindível, reunir o sentimento ao raciocínio e à lógica”.
A doutrina espírita é a doutrina da razão e do sentimento e, é assim que compreendemos devam ser tratadas as questões que envolvem sua prática.
Adelvair David (Diretor de doutrina da Casa de Madô-Jales, SP).



quarta-feira, 8 de abril de 2015

ATENÇÃO! VAI ACONTECER

Caros irmãos:
A CASA DE MADÔ 
tem a alegria de convidar você e a sua família para participar dos estudos que acontecerão aos domingos a partir das 9h10.
A terceira obra da codificação de Kardec, O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO  traz compreensão e explicações das máximas morais do Cristo e sua aplicação nas diversas situações da nossa vida.
As dores, os problemas, os constrangimentos de toda sorte encontram explicações nos ensinamentos desta obra bendita.
Início: 26 de abril as 9h10.
NÃO DEIXE PARA DEPOIS ESTA OPORTUNIDADE DE FAZER LUZ NO CORAÇÃO.
SEJA BEM VINDO 
Endereço: Grupo Espírita Beneficente Maria Dolores, sito à Rua 19, nº 768, Bairro São Judas Tadeu, Jales,SP.


domingo, 5 de abril de 2015

REFLEXÕES


TEMPOS NOVOS
O comentário é comum. – Estamos em “tempos novos”.
Não há dúvida de que há algo de muito importante acontecendo nos destinos do nosso planeta. Haverá transformações físicas significativas, porém, que ninguém aguarde milagres ou modificações imediatas, até mesmo do homem.
É certo que cansado do sofrimento, das múltiplas aflições, da opressão, dos desmandos e até de si mesmo, o homem aspire já por tempos melhores, mais tranquilos e com muita paz. O que não se pode esquecer é que as forças espirituais do bem, aliadas aos encarnados de boa vontade é que consolidarão os tempos novos.
Asseverou Jesus: “...eu estarei convosco até do fim dos tempos”. É preciso que o homem se empenhe em modificar-se, para que “Ele”, o mestre, possa entrar no seu coração e presidir as transformações esperadas para estes “tempos novos”. Se não o fizer, perderá a sintonia com o planeta e aos poucos excluirá toda possiblidade de voltar para cá em novas oportunidades como “ser” corpóreo.
O amor, a caridade, a bondade, a abnegação, a misericórdia, a compaixão são sentimentos que deverão presidir a ordem social e familiar de um futuro não tão distante. Mesmo com o mal ainda enraizado em suas entranhas, o homem, através do desejo do bem frustrará todo e qualquer meio para a sua manifestação, permitindo que somente o bem tome o seu lugar para sempre.
Aquietando-se intimamente e aderindo as sugestões celestes, certamente todo o planeta se harmonizará física, espiritual e materialmente, criando a concórdia entre os povos, a solidariedade entre os irmãos mais próximos, expandindo-se numa corrente fraterna para todo o mundo.
Os tempos são chegados. Há mais de dois mil anos o meigo rabone derramou a luz do seu amor sobre as feridas das almas que lhe procuraram em sofrimento e deixou o remédio para a cura de todos na mensagem inconfundível da boa nova.
Em qualquer tempo em que o amor se manifeste, é Jesus de volta à terra, balsamizando e refrescando as ardências das almas.
TEMPOS NOVOS PARA O AMOR, OPORTUNIDADE DE APRENDER A SERVIR COM ELE.
Autor:Adelvair David