terça-feira, 31 de março de 2015

PALESTRAS DO MÊS DE ABRIL NA CASA DE MADÔ

Queremos convidar a todos para estarem conosco.
Dia 5- LUIZ ANTONIO FERRAZ (Votuporanga)
Dia 12- PEDRO BONILHA (Jales)
Dia 19- DAVID (Casa de Madô - Jales)
Dia 26- ANA GUIMARÃES (Rio de Janeiro)
Local: Rua 19, nº 768, Bairro São Judas Tadeu - Jales-SP

MADÔ, como era chamada a benfeitora, sempre deixava um toque perfumado nas almas que com quem ela se relacionava ou a quem procurava para auxiliar sempre, assim continua fazendo até hoje.
VENHA ESTAR CONOSCO, SEJA BEM VINDO.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Eleito novo Presidente da FEB

No último dia 21 de março, a Federação Espírita Brasileira elegeu um novo presidente: JORGE GODINHO BARRETO NERY.

terça-feira, 24 de março de 2015

JANTAR BENEFICENTE

CAROS AMIGOS E IRMÃOS
Neste sábado, dia 28 de março estamos de volta como nosso JANTAR BENEFICENTE
CASA DE MADÔ, o grupo espírita beneficente Maria Dolores
Cardápio: Coxa de frango recheada, Arroz branco, Creme de Queijo, Escondidinho de Calabresa, Rondelli, Salada de Grão de Bico e Salada Crocante... Uffa!! Quanta coisa gostosa.
Endereço: Rua 19, nº 768, Bairro S. Judas Tadeu - Jales,SP
Os ingressos estão a venda com os trabalhadores ou voce pode reservar pelo email: addavid1@gmail.com ou ainda pelo fone: 17-3632.5095 (D. Lourdes, a mãe do David)
SEJA BEM VINDO AO NOSSO CORAÇÃO


segunda-feira, 23 de março de 2015

REFLEXÕES


OS ERROS ALHEIOS
Os enganos dos outros em relação ao que se espera deles tem transtornado significativamente o coração do homem.
É grande aprendizado saber conviver com este problema que atinge até as relações mais sólidas e afetivas. Não sendo perfeito, o ser humano pode descer aos mais estranhos comportamentos, indo da mentira a ingratidão e ainda resvalando em outros mais preocupantes.
Quando se trata de afetos mais próximos a marca dolorosa é mais acentuada e deixa, muita vez, impressões de difícil esquecimento. A expectativa que se cria em torno dos comportamentos é a responsável pelo que se experimenta diante dos anseios frustrados. Confortavelmente instalado na poltrona da confiança, esquece-se o homem que o que vai na natureza alheia não é do seu conhecimento, só Deus o sabe. Nem mesmo a pessoa tem informação integral de si mesma, podendo ver frustrada a melhor providência traçada para a condução da sua vida.
Assim como o criador releva as nossas faltas, devemos fazer o mesmo em relação aos que a vida colocar no nosso caminho, sejam próximos ou passageiros.
Ninguém é feliz ou infeliz pelo que recebe, mas pelos bons sentimentos que construir em sua própria natureza, fazendo o bem aos demais.  A segurança, a alegria de viver, a esperança e a paz, não nascem estando o homem devidamente instalado na vida do semelhante recebendo tudo o que deseja. O bem recebido é transitório, somente o que produzimos por nós mesmos é perene, eterno.
É necessário passarmos de exigentes a doadores. Quando doamos afeto, compreensão, tolerância, perdão, ternura, doçura, afabilidade, nos enchemos de força para os enfrentamentos que precisamos fazer, assim, passamos a nos alegrar com a presença das pessoas, mas sem depender do vem de um ou de outro para mantermo-nos em paz e seguros na caminhada, ao contrário, sempre desejosos de promover o bem estar de todos, ficando em paz também.
Na normalidade comentemos os feitos felizes dos outros, nos seus erros façamos silêncio aconchegando-os junto ao coração para que se sintam amparados para recomeçar, como desejaríamos que fizessem por nós quando certamente acontecer.
O FOCO DO ERRO HUMILHA, A COMPREENSÃO TRAZ NOVAS LUZES NA ESTRADA.

Autor:Adelvair David   

segunda-feira, 9 de março de 2015

REFLEXÕES


AMOROSAMENTE PLENOS
Asseverou o Senhor Jesus: “eu vim para que tenhais vida, mas vida plenamente”.
Viver não é apenas respirar ou desenvolver funções neste mundo, que na verdade é uma cópia imperfeita do mundo espiritual, de onde todos procedemos.
Viver plenamente é buscar o único objetivo da vida, o amor em toda a sua plenitude, em todos os seus desdobramentos. A imperfeição ainda expõe o homem a uma série de comportamentos inadequados, especialmente em relação ao seu semelhante, trazendo-lhe muitos prejuízos, entre eles a dor, traço característico da sua preferência pela matéria.
Vencer-se é mais difícil do que vencer os outros, e esta é a grande obra que o homem deverá realizar por si mesmo. Em cada existência adquire experiência, sentimentos novos de nobreza, grandeza, bondade, diminuindo o seu ímpeto em fazer o mal e aumentando cada vez mais o desejo de fazer os outros felizes. Lutar contra os maus pendores, reformar a natureza íntima, melhorar-se procurando corrigir os defeitos é a finalidade da vida de todos os seres encarnados neste orbe.
Chegará um dia, como ensina o espírito Joanna de Angelis, que o homem tomará horror ao mal e só fará o bem. Será incapaz de fazer qualquer coisa que possa prejudicar o seu semelhante ou ser indiferente aos problemas humanos de qualquer ordem. Desejará fazer o bem em toda a sua grandeza, repartirá sem pesar o que tem, ouvirá com carinho a fala dorida dos aflitos, dará até mesmo o supérfluo aos seus velhos pais em profunda gratidão e respeito, enfim, se transformará em mãos hábeis para Deus nas necessidades da humanidade, como fizerem os homens bons que serviram até a exaustão das forças.
A corrida empreendida apenas para se amontoar mais recursos financeiros, a busca incessante para tentar apagar os traços do tempo no corpo, o desejo de se dar bem em tudo em detrimento dos interesses dos outros, anotam nas páginas do existir do homem que este não compreende bem qual é a sua verdadeira natureza, fazendo-o viver focado no que é perecível, esquecendo-se do que realmente tem valor, a “vida”. Sem o tempero dosado no comportamento emocional, de tratar os outros como gostaria de ser tratado, de usar sem abusar dos bens que lhe foram confiados neste mundo, de procurar erradicar o egoísmo e o orgulho, de visualizar o mundo com olhos mais atentos para ver onde pode ser útil, o homem estará dormindo embalado pelas ilusões que as suas paixões lhe propõem, deixando de viver.
VIDA PLENA É A VIDA AMOROSA.
Autor: Adelvair David  


quinta-feira, 5 de março de 2015

SEMINÁRIO ESPÍRITA


SEMINÁRIO ESPÍRITA NA CASA DE MADÔ
com o Médico Dr. DÉCIO IANDOLI.
Será neste sábado das 14h30 as 17h30.
Tema: Jesus, Médico de Corpos e de Alma.
SEJA BEM VINDO AO NOSSO CORAÇÃO.
Endereço: Rua 19, nº 768, Bairro São Judas Tadeu - Jales,SP