REFLEXÕES


LUZES EM MEIO AS TREVAS
...enquanto tendes luz (Jesus)
A questão proposta por Jesus não é física e sim moral.
A caminhada existencial é abrigada por algumas luzes em meio as trevas densas da ignorância, que ainda campeiam em a natureza humana.
Segundo nos adverte o Senhor, devemos caminhar enquanto temos as luzes da razão, da inteligência, da saúde, das oportunidades do trabalho material e também espiritual.
Segue o homem às tontas, preferindo abrigar-se na escuridão íntima, agindo segundo suas paixões, do que valorizar as oportunidades que a vida lhe concede a seu benefício, para o seu crescimento.
As advertências não faltam. Vem da religiosidade, dos homens de bom senso, e muito mais das intuições que lhe chegam em todas as suas experiências, aconselhando-o qual o melhor caminho seguir e a viver com dignidade e respeito ao seu semelhante, a aproveitar o tempo para empreender a luta em sua própria melhoria moral e intelectual.
O problema é que, não se apercebendo das luzes que o acompanham, do valor do seu existir, negligencia tudo o que o poderia elevar espiritualmente. Desperdiça o tempo e perde-se em um labirinto de consequências que lhe atravancam a marcha fazendo-o sofrer, muita vez desnecessariamente. Muita gente diz: “eu não tenho sorte” ou “acho que sofrer é o meu destino”, sem se dar conta que perdeu-se por capricho ou viciação em ações negativas que lhe comprometeram a existência. Muita coisa poderia ser evitada se aproveitasse as luzes que possui para ver por onde anda, mas, mesmo sabendo muita vez que uma coisa é ruim, prefere seguir seus instintos inferiores e permitir-se a experiência que lhe trará muitos dissabores.
O que é previsível acontecer é que, de tanto malbaratar a luz que recebe das oportunidades felizes, o homem pode fixar a escuridão como regra em sua alma e não mais conseguir enxergar o bem nem o caminho correto, condenando a sua vida irremediavelmente à quase nulidade, pelo menos por agora.
Temos que nos instruir na luz do Mestre, dos seus ensinamentos, para não deixar passar a oportunidade do bem viver, do bem servir, do bem decidir, e assim, de maneira definitiva, rumarmos para a aquisição dos valores imperecíveis na atual existência.
CAMINHEMOS NA LUZ DA HUMILDADE, PARA EVITAR A TREVA DO ORGULHO.

Autor:Adelvair David   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REFLEXÕES

REFLEXÕES