REFLEXÕES


BOM ANO
Ano novo vida nova, cantam as melodias das festividades do final do ano e as previsões de vária ordem. Que o ano novo seja bom.
Raros são aqueles que não possuem uma visão mística a respeito do ano novo, como se para o novo ano ser bom dependesse de alguma decisão transcendente, mística.
Compreendemos que a vida está nas mãos de Deus e que não é obra do acaso, mas daí crer que cada minuto está predestinado é crer na fatalidade absoluta e irremediável que tiraria do homem o livre arbítrio e, ele não teria méritos e nem seria responsável pelo que fizesse, pensamento inadmissível para a mais singela inteligência.
Quem desejar produzir alguma coisa terá minutos, horas, dias, meses à sua disposição durante todo o ano. Mesmo que não conclua seus projetos, se dedicar-se com disposição terá dado muitos passos adiante. Em muitos sentidos, mas também neste, disse Jesus: “a cada um segundo as suas obras”; “batei e abrir-se vos á”. Ficar esperando do ano novo a concretização do que lhe compete fazer por suas forças, é o mesmo que o ficar parado aguardando a estrada se movimentar.
Cada ano é supremamente importante para o espírito imortal. Tempo novo para progredir, produzir e construir no sentido material, moral e espiritual. Entre muitos desafios encontramos os de resgates, que são oportunidades de reparar-se o passado equivocado desta ou de outra vida; também os de crescimento, que são dificuldades apresentadas pela vida para que o espírito exercite os potenciais do sentimento e do intelecto. As facilidades encontradas podem representar os méritos adquiridos pelo esforço e pelo bem proceder em sua jornada passada e atual, porém, sem dúvida, o tempo presente é oportunidade do homem edificar para o futuro feliz ou infeliz, dependendo das resoluções que tome utilizando o seu livre arbítrio.
Ano novo, tempo de renovar as propostas para uma vida melhor.
O ANO NOVO SERÁ BOM PARA O HOMEM QUE APROVEITÁ-LO PARA SER BOM.
Autor: Adelvair David 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REFLEXÕES

REFLEXÕES