quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

REFLEXÕES

A SABEDORIA E O PSEUDOSSÁBIO

A sabedoria é uma experiência da alma e não apenas do intelecto.
O homem sábio compreende e apreende a vida em sentido mais profundo do que o homem comum, objetivando mais os valores de natureza espiritual que material.
Entre os que necessitam de destaque, estão os chamados pseudossábios. Desprovidos de maiores conhecimentos, buscam através de palavrórios, longas palestras ou conversas, convencer os demais das suas ideias.
Estão na sociedade nos poderes públicos, nas religiões e em todos os seguimentos tentando tirar algum tipo de vantagem, sem se preocuparem se estão ou não lesando aqueles que lhes dão crédito. Com intenções de se dar bem a qualquer custo quase não possuem desejos de se melhorar, ou de adquirir verdadeira sabedoria, querem o conforto momentâneo.
O homem que busca a sabedoria é sempre humilde, dócil e tem seus desejos voltados para o bem comum antes que o seu. É solidário, caridoso, de coração sensível às fraquezas e dores do semelhante. A instrução que procura nunca é para atender ao império do “ego”, do destaque, mas sim para ser útil. Em qualquer grupamento humano em que esteja é prestativo e procura fazer o melhor para aqueles que dependem da sua atuação, sem a necessidade de privilegiar alguém em detrimento de outrem, é justo, gentil mesmo quando não é compreendido.
Sendo mais ético, sua conduta e decisões visam manter a própria consciência tranquila, fazendo o que é correto e não o que lhe é conveniente. Por isso, disse o Cristo à mulher equivocada: “mulher, onde estão os teus acusadores”, anunciando que a hipocrisia era, e é, uma marca muito presente onde não existe verdadeira sabedoria e moral, pois que dos mais velhos aos mais novos todos foram se retirando sem lhe fazer qualquer mal. Ninguém poderá viver de aparências todo o tempo, desgastando-se e revelando o que lhe constitui o verdadeiro caráter.
Ser melhor é  impositivo da vida, ninguém pode abster-se deste dever; mais cedo ou mais tarde o homem perverso de hoje será o homem bom de amanhã, mesmo que lhe custe alguns milênios para isto, afinal, a vida é eterna e a reencarnação é benção que endireita as estradas íntimas do homem; rogará ele o perdão de quem ofendeu, dará amparo a quem abandonou, devolverá a quem tirou e, assim, se tornará feliz.
Existem pseudossábios entre os homens e entre os espíritos, porém, somente os seus iguais se lhe tornam suas vítimas. A lei divina é de amor, e a sabedoria será edificada na renúncia das más paixões e na prática do bem.
O SÁBIO AMA, O PSEUDOSSÁBIO NECESSITA SER AMADO.


Autor: ADELVAIR DAVID   

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

O ESPÍRITO EM FOCO


Caros irmãos.
O entendimento das muitas dimensões do nosso mundo emocional poderá nos dar percepções melhores para as decisões que nos conduzirão às verdadeiras realizações. 
Apesar dos enfrentamentos, muito natural a qualquer "ser" deste mundo de provas e expiações, compreender-se é dar-se a chance de acertar mais, de mudar sentimentos, de alterar rumos, de reprogramar a trajetória, enfim, de aproveitar melhor a experiência que Deus nos concedeu neste momento existencial.
A maioria das doenças físicas e emocionais acontecem quando o espírito está na contramão dos valores reais e, por ignorar que é ele mesmo, o artífice do seu próprio destino.
VENHA REFLETIR CONOSCO!
Aos sábados, a partir das 9h, temos o nosso "O ESPÍRITO EM FOCO", onde guiados pelas obras de Joanna de Angelis e de Allan Kardec, vamos buscando entendimento e luz para a nossa caminhada.
Local: Grupo Espírita Beneficente Maria Dolores, sito à Rua 19, nº 768, Bairro S. Judas Tadeu, Jales-SP.
SEJA BEM VINDO! 

sábado, 18 de janeiro de 2014

REFLEXÕES


BOM ANO
Ano novo vida nova, cantam as melodias das festividades do final do ano e as previsões de vária ordem. Que o ano novo seja bom.
Raros são aqueles que não possuem uma visão mística a respeito do ano novo, como se para o novo ano ser bom dependesse de alguma decisão transcendente, mística.
Compreendemos que a vida está nas mãos de Deus e que não é obra do acaso, mas daí crer que cada minuto está predestinado é crer na fatalidade absoluta e irremediável que tiraria do homem o livre arbítrio e, ele não teria méritos e nem seria responsável pelo que fizesse, pensamento inadmissível para a mais singela inteligência.
Quem desejar produzir alguma coisa terá minutos, horas, dias, meses à sua disposição durante todo o ano. Mesmo que não conclua seus projetos, se dedicar-se com disposição terá dado muitos passos adiante. Em muitos sentidos, mas também neste, disse Jesus: “a cada um segundo as suas obras”; “batei e abrir-se vos á”. Ficar esperando do ano novo a concretização do que lhe compete fazer por suas forças, é o mesmo que o ficar parado aguardando a estrada se movimentar.
Cada ano é supremamente importante para o espírito imortal. Tempo novo para progredir, produzir e construir no sentido material, moral e espiritual. Entre muitos desafios encontramos os de resgates, que são oportunidades de reparar-se o passado equivocado desta ou de outra vida; também os de crescimento, que são dificuldades apresentadas pela vida para que o espírito exercite os potenciais do sentimento e do intelecto. As facilidades encontradas podem representar os méritos adquiridos pelo esforço e pelo bem proceder em sua jornada passada e atual, porém, sem dúvida, o tempo presente é oportunidade do homem edificar para o futuro feliz ou infeliz, dependendo das resoluções que tome utilizando o seu livre arbítrio.
Ano novo, tempo de renovar as propostas para uma vida melhor.
O ANO NOVO SERÁ BOM PARA O HOMEM QUE APROVEITÁ-LO PARA SER BOM.
Autor: Adelvair David