terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

NOTA DE DESENCARNE

Desencarnou as 4h deste dia 26 de fevereiro, o médium CELSO DE ALMEIDA AFONSO, da cidade de Uberaba-MG.
A ele nossas preces ao querido e respeitável seareiro de Jesus, que sempre foi o incansável mensageiro dos desencarnados, nas oportunas psicografias de consolo junto aos corações doloridos que haviam perdido seus entes queridos.
Deus te guarde em paz querido irmão.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

ACONTECEU


 COM QUASE A TOTALIDADE DOS TRABALHADORES DA CASA, ACONTECEU O CURSO DE PASSE DO GRUPO ESPÍRITA BENEFICENTE MARIA DOLORES, A CASA DE MADÔ, neste domingo dia 24 de fevereiro pela manhã.
Em clima de muita alegria e interesse transcorreu o estudo, onde todos, muito interessados manifestaram o amor e a importância a esta atividade.
Muito obrigado amigos pela presença.

ACONTECEU

Muitos corações queridos de Jales e de toda região participaram hoje  dia 24 de fevereiro, aqui na Casa de Madô, da palestra com RICHARD SIMONETTI, quanto oportunamente falou sobre lei de causa e Efeito discorrendo sobre o que é PROVA e o que EXPIAÇÃO.
Obrigado a todos pela presença

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

PALESTRA ESPÍRITA


CONVITE
O Grupo Espírita Beneficente Maria Dolores tem o prazer de convidá-lo para uma palestra espírita neste domingo dia 24 de fevereiro as 19h30min, com 
RICHARD SIMONETTI.
Venha desfrutar conosco desta oportunidade de nos confraternizarmos.
Endereço: Rua 19, nº 768, Bairro São Judas Tadeu, Jales-SP 
informações: addavid@ig.com.br
 SEJAM TODOS BEM VINDOS

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

CURSO DE PASSE


será no GRUPO ESPÍRITA BENEFICENTE MARIA DOLORES
a Casa de Madô
estaremos realizando um estudo a respeito do passe com todos que desejarem
é muito importante estudarmos, recordarmos as lições a respeito do passe, suas implicações e benefícios, para o passista e para a casa espírita.
Monitor: David
Dia: 24 de fevereiro (domingo), das 9h as 12h
Endereço: Rua 19, nº 768, Bairro S. Judas Tadeu - Jales,SP
informações: 17- 3621.2456 (Sônia) ou pelo e-mail: addavid@ig.com.br


domingo, 17 de fevereiro de 2013

REFLEXÕES



RECONHECIMENTO
Muitas pessoas passam grande parte de suas vidas concedendo favores para serem respeitadas descobrindo rapidamente que não o são.
Adquirem o hábito de tomar a defesa de alguns que subvertem a ordem, de outros que não gostam de cumprir deveres, ou ainda daqueles que mesmo desconhecendo o contexto criticam os que se dedicam a realizar. Costumam fazer destes os seus possíveis aliados de quem pretendem se utilizar depois; acreditam que conseguirão colocar seus planos nada éticos em prática. Porém, é preciso entender que, em tempo algum os conspiradores, os desertores, os frágeis moralmente puderam ser contados nas fileiras de frente de qualquer empreendimento, seja ele de ordem material ou espiritual.
As construções emocionais da criatura humana podem passar pelos interesses de breve satisfação. Com honrosas exceções, mesmo entre os bem intencionados, se pode identificar sem muito esforço a necessidade de ser aplaudido, de receber algum tipo de compensação, mesmo quando tratamos do assunto filantropia ou algo semelhante; em muitos casos a fragilidade que vai do péssimo conceito que se tem de si mesmo às intenções não tão nobres assim, respondem por este comportamento emocional, onde a pessoa que pouco ou nada possui necessita de um reconhecimento forçado para se sentir melhor, e não o consegue.
Alguém só poderá ser respeitado por manifestar valores melhores, por atender às etapas do seu crescimento com responsabilidade e amor, dando sem objetivar receber. Assim podia-se observar naqueles que tinham os olhos de luz iluminando os caminhos de muitos e os lábios consoladores, propondo sentido de vida aos que o perderam.
Seja como for, o importante não é ser respeitado em qualquer empreitada, mas sim, ser honesto nos seus propósitos, nunca realizando algo apenas para ter-se glória individual. Quando se trabalha no sentido de se adquirir crescimento pessoal, mas com o pensamento no auxílio coletivo, a possibilidade de êxito é maior; os corações bem intencionados sabem reconhecer os verdadeiros detentores de méritos diferenciando-os dos oportunistas.
Qualquer coisa que se construa sob a face de interesses imediatistas e inferiores ou de indiferença às necessidades alheias, redundará em desapontamento e decepção; aquele que aplaude hoje o homem no favoritismo pode abandoná-lo amanhã sem nenhuma motivação para assumir as responsabilidades conclamadas.
SOMENTE AMANDO PODE-SE CRIAR UMA BOA SINTONIA ENTRE QUEM VERDADEIRAMENTE DOA E O QUE NECESSITA RECEBER.
Autor: Adelvair David 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

VAMOS ORAR?

MOMENTO DE ORAÇÃO
Neste domingo, dia 17 de fevereiro das 8h30` as 9h (antes da mocidade) estaremos orando e meditando junto com os corações que desejarem, no Maria Dolores.
ORAR É ROGAR FORÇAS, AGRADECER e NUTRIR-SE NO SENHOR JESUS.
(David - Diretor de Doutrina do Madô)

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

ACONTECEU!

Terminou ontem as 16 h, o RETIRO por ocasião do CARNAVAL DA MOCIDADE ESPÍRITA IVAN DE ALBUQUERQUE DE JALES, SP.
Esse ano completamos 18 anos de retiro. Afinal, é um tempo razoável de perseverança em torno de um ideal, pois ideal é assim tem de realizar a vida toda para ter efeito modelador em nosso coração, sigamos com Ele, o Mestre e daremos conta de nossas necessidades. Parabéns dirigentes e colaboradores.
 Foram momentos de grande alegria e convivência. Como disseram os jovens...Que Pena que acabou! Pois é, voltamos a convivência com a sociedade, nossas famílias, nossa casa espírita, enfim, voltamos para nossas responsabilidades existenciais.
 Foram dias de estudo, teatro, música, atividades manuais, reflexões, meditações e muito lazer. 
JOVEM! Participe da mocidade, esse espaço de aprendizado, religiosidade e amizade. 
Nossas reuniões são aos domingos das 10h as 11h. SEJA BEM VINDO.

sábado, 2 de fevereiro de 2013

MOCIDADE EM FOCO!


JOVEM EM AÇÃO      
  Neste ano de 2013 a Mocidade Espírita Ivan de Albuquerque completa 18 anos de Retiro Espiritual por ocasião do Carnaval. Somente na Casa de Madô são 13 anos de retiro ininterruptos.                          
     Os quatro dias de convivência é preparação para melhor entendimento das responsabilidades existenciais e para que os corações juvenis possam se preparar para dar continuidade à vida da casa e do movimento espírita do futuro.                                        
    São momentos agradáveis de reflexão, meditação, teatro, lazer e boa conversa, além de momentos de descontração em torno de um bom filme e pipoca.                  
  Jovem! Seja participante da mocidade. Informe-se com os dirigentes desta abençoada casa, a casa de Madô.