segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

UM RELATO DE AMOR


RELATO DE AMOR
Mudando de assunto: Creio ser a melhor foto de nossa singela casa, é essa do Pontinhos de luz!!! Ao ve-la, fiquei imaginando a sua transformação, passo a passo, desde a tora de madeira fazendo as vezes de cadeira, a mangueira, depois o muro, mais tarde a espichadinha do espaço da palestra, o toldo para isolar o vento, a chuva, a livraria acanhada foi crescendo, tomando espaço e a gente quase não percebe, quantas foram as mudanças!!! Não importa, o que importa, é nos importarmos com ela, valorizando Sempre sua existência em nossas vidas, de um espaço tão pequeno fisicamente, quanto veio alargar nossos espaços íntimos, nossos horizontes espirituais, embora muito nos falte ainda na educação e aprimoramento de nossos sentimentos, mas ela será sempre o leme seguro para atravessar os mares bravios de nossa intemperança, por isso abençoado seja esse reduto de luz que nos fará aportar em porto seguro, o do discernimento, da boa vontade, da lucidez...
CIDA CORRAL 
membro da Casa de MADÔ, o grupo espírita beneficente Maria Dolores de Jales,SP

Um comentário:

Lilian B. disse...

Singelo, porém, profundo!
Expressa o inexplicável: a importância da Casa de Madô em nossas vidas.