domingo, 9 de setembro de 2012

REFLEXÕES


SONHOS OU IDEAIS
O homem comum cumpre rotinas sem grandes possibilidades de serem alteradas, sonhando com uma realidade que lhe possa permitir um pouco mais de conforto.
 Neste desafio, que é o de encontrar uma forma de se motivar nesta mesmice doentia, frustra-se a todo momento. Ao recolher-se para o sono reparador percebe-se no mesmo degrau onde iniciou o seu dia. As filosofias da acomodação pregam o conformismo, enquanto uma força profunda aflige o homem estagnado insultando-o a fim de que tome providências para alterar a sua situação, sem que ele saiba exatamente como fazer isto. A teoria dos milagres hipnotiza muitas almas, forçando-as a caminhar às tontas aguardando que a divindade possa lhes resolver a problemática existencial; prosseguem barganhando com oferendas infrutíferas, sem o menor entendimento do que estão fazendo. Quando disse o Mestre Nazareno: “deixa a tua oferenda [...] vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão”, ensinou que a rota do amor de Deus passa pelo coração do homem, devendo este estar limpo de impurezas e mesquinharias. Neste entendimento convidou-o a ser o agente primeiro da sua realização enquanto pede; literalmente nada cai do céu, todo ideal é um projeto cuja execução começa pelos esforços do idealista. 
O sonhador tem um amor platônico pela vida, vive no campo das idéias e não tem vontade firme para tomar melhores decisões, enquanto que o idealista colabora ativamente e participa com determinação e sentimento da sua vida. Sempre alegre e vibrante prossegue apesar de qualquer percalço que lhe surja; se não conseguiu chegar onde desejou, surpreende-se depois de algum tempo muito além do lugar onde se encontrava, e isto lhe faz bem, porque se empenhou no que lhe foi possível. 
Ensina o espiritismo que o homem é o artífice do seu próprio destino; deve viver cada minuto como se ele fosse o último da sua vida. Aproveitar as oportunidades, educar os seus pensamentos e a sua conduta é criar um estado de lucidez que lhe permita perceber os sinais da vida, do que deve ou não fazer, dos rumos mais apropriados a seguir evitando assim os acidentes desnecessários, muito próprios da visão embaçada pelas paixões inferiores que predominam em detrimento das atitudes nobres. 
Os sonhos encantam os poetas que nos trazem belas canções em forma de poesia, porém, só os ideais movimentam a vida dando-lhe verdadeiro sentido, o da realização. 
Enquanto dorme o homem sonha, porém, é no mundo objetivo que ele acorda respirando o hálito das oportunidades nobres, para crescer sem limites. 
APROVEITA-AS TU AGORA A FIM DE DEIXAR UM RASTRO DE LUZ DO AMOR QUE PUDER VIVENCIAR.
Autor: Adelvair David

Nenhum comentário: