REFLEXÕES


REPENSANDO
Velhos conceitos estão sempre presentes em novos desafios para o entendimento humano.
São necessidades primordiais para o progresso moral e intelectual do “ser” a família, o trabalho, o outro e a religiosidade; jamais será superada a consideração que se possa dar a esses assuntos, sendo de suprema relevância repensar a respeito; os tempos não conseguiram a liberação do homem quanto ao cumprimento dos seus deveres nestes quesitos.
Se o homem conseguiu progressos que lhe facilitam a vida material, por outro lado ainda sofre esmagado pelos problemas que lhe dificultam ou impossibilitam a convivência com o seu semelhante. Ter responsabilidade no trato com o outro, buscar a sua espiritualização, jamais deixará de ser tarefa importante a realizar neste planeta, onde as provas e as expiações o convidam incessantemente à renovação e reconstrução dos seus sentimentos melhores, muito necessários para o êxito existencial.
Embora a sua ilusão aponte para um entendimento diferente, melhor pensar que a família nunca será, neste mundo, uma instituição em desuso; ela voltará a ser motivo de máxima atenção em breve e assumirá o seu verdadeiro papel de preparadora de corações para a experiência social e individual. Através do trabalho o homem desenvolve os seus potenciais adormecidos, fortalecendo o caráter e preparando-se para ser instrumento divino na construção de um novo mundo. No processo de auto entendimento, o saber de si mesmo, isto só será possível através do outro; conhecerá os seus defeitos e virtudes conforme propor-se o contato com os seus irmãos, de quem colherá as impressões necessárias para a sua auto-avaliação, onde então, poderá propor mudanças íntimas verdadeiras. Bom refletir também que o sentimento de religiosidade é que permitirá a permanente comunhão do homem com Deus, conferindo-lhe mais serenidade e confiança na caminhada; conhecer a sua realidade espiritual é ter a oportunidade de evitar muitos males e fazer as coisas com mais consciência.
Enquanto muitos se enchem quando alegam ouvirem sempre os mesmos assuntos retornando nas paisagens humanas, outros ressaltam a importância de se buscar soluções mais efetivas para a erradicação de antigos problemas experimentados pelo homem. O tempo passa e os milagres esperados não acontecem. A modificação do homem virá dele mesmo, das suas lutas, dos seus esforços, da sua dedicação à sua vida e do seu semelhante. Há quem diga que as coisas não mudam; importante lembrar que as conquistas só dependem de um pouco mais de boa vontade, de renúncia, de respeito, de dignidade, de ética e finalmente, um pouquinho mais de amor.
A tecnologia deveria facilitar a vida do homem no mundo das formas e não neutralizá-lo, roubando-lhe a atenção e absorvendo-lhe as energias, necessárias para as vivências mais importantes. O seu aprimoramento por certo acontecerá quando se permitir deixar a zona de conforto pessoal para ampliar o seu modo de olhar; se prestar um pouco de atenção verá a esposa, o marido, os filhos abandonados no circuito do próprio lar, embora convivendo sob o mesmo teto; há muitas relações perecendo por falta de atenção e carinho; corações sofrendo por falta de compreensão, assustados, temerosos pela incerteza do que lhes vai acontecer amanhã, sentem que a sua ligação com o seu ente querido pode desfazer-se a qualquer momento. Olhando mais adiante verá rostos macilentos aguardando um pedaço de pão; crianças desejando entender porque sofrem enquanto outras possuem tudo e podem sorrir; eles não sabem que são vitimas da indiferença individual, de quem sempre deixa para amanhã o momento de servir.
Melhor repensar agora, pois do outro lado da vida o coração dói sem a possibilidade de voltar atrás.
A VIDA PROSSEGUE AGUARDANDO QUE NOS INTERESSEMOS POR ELA... REPENSEMOS.
Autor: Adelvair David

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REFLEXÕES

REFLEXÕES