quinta-feira, 15 de setembro de 2011


NATUREZA E VIDA
A Terra é o mundo que nos abriga, e a natureza é a mãe que fornece o necessário para a sobrevivência neste tempo existencial.
Somos compelidos pelo dever moral a respeitar a natureza. Campeiam em quase toda a humanidade projetos neste sentido, para fortalecer ações que possam minimizar em curto prazo e erradicar definitivamente a prazo maior todas as agressões contra ela cometidas.
Apesar de tudo o que é anunciado aos ventos, ainda encontramos aqueles que dormem consciencialmente e continuam sem nenhum pesar a empreenderem ações que comprometem a vida em todos os seus desdobramentos.     
 Parar em um lugar qualquer e despejar o lixo sem pestanejar; abandonar sem nenhum escrúpulo um animalzinho à própria sorte no meio do nada, indefeso e sem condições, muitas vezes, de prover a própria sobrevivência; intoxicar, poluir rios, córregos e matas, decretando impiedosamente a morte de milhares de seres, é demorar no primitivismo dos sentimentos; possuindo sensibilidade anestesiada acumulará conseqüências graves para ele e para a humanidade.
Necessário nos lembremos que temos três deveres quando nos matriculamos neste mundo para o prosseguimento evolutivo: Dever para conosco mesmo; Dever para com o próximo; Dever para com o mundo onde habitamos. Neste sentido, tudo o que fizermos contra nós mesmos, contra o próximo ou contra a natureza que nos acolhe projetará dores lancinantes para serem resgatadas, atendendo a suprema lei natural de Causa e Efeito.
Deus concede ao homem tudo o que ele necessita para bem viver neste mundo. O excesso será sempre fruto da sua ambição que para atendê-la passa a cometer os crimes contra a vida.
Sejamos nós aqueles que educarão no amor os próprios sentimentos; auxiliemos a natureza que nos abriga a estar cada vez melhor, amparando nossos irmãos menores, os seres que ainda não dotados de razão aguardam nossa proteção e cuidado.
A VIDA É UM DOM DE DEUS, RESPEITEMO-LA EM TODAS AS SUAS EXPRESSÕES, ASSIM A TEREMOS EM ABUNDÂNCIA.
Autor da Mensagem: Adelvair David - publicada no jornal "Folha Noroeste" da cidade de Jales-SP, em 10-09-11

Um comentário:

Mara Cassia disse...

Muito bem colocada suas palavras, é isso mesmo que precisamos, mas infelizmente ainda nos pegamos em fugir ao verdadeiro chamado, é bom ter textos como os seus para que possamos lembrar que devemos muito a natureza, principalmente o respeito.Respeito do qual exigimos mas esquecemos de oferecer.
Tenha uma excelente semana, gde abraço, Mara Cassia - Araraquara - SP.