domingo, 30 de janeiro de 2011


A TRAVE NO OLHO
No tocante à observação do mundo, pouco alcance tem a visão do homem.
Notório observar que cada pessoa elabora sua própria tese a respeito do que visualiza; influenciados ou não por seguimentos religiosos ou outras manifestações do pensamento humano, faz imprecisa análise da realidade de acordo com a sua maturidade emocional, moral e espiritual.
Sentenciam alguns que o mundo não tem jeito; outros que tudo está perdido e que a família e o lar irão se diluir até o seu desaparecimento. Profetizam que nossos filhos sucumbirão sob o jugo da drogadição desembocando em total decrepitude.
É compreensível, embora não aceitável, a visão do homem a respeito do que experimenta enquanto ser gregário que é. A janela pela qual vê a vida é a da sua intimidade, onde residem os seus valores e conquistas. Disse-nos o Mestre amorável, Nosso Senhor Jesus Cristo: [...] “não vedes a trave que está no vosso olho”.
Os olhos ainda doentes, ou seja, alma referta de imperfeições, só pode ver as coisas influenciada pela trave da moral duvidosa que lhe distorce e exagera a realidade, produzindo sentimentos de desconfiança, de pessimismo e de temor quanto ao futuro.
Milhares de criaturas, verdadeiras estrelas semeadas na humanidade, trabalham brilhando os valores do bem por toda parte. Corações bondosos devolvem a esperança, minimizam as dores, cobrem o frio, auxiliam os animais, reparam a natureza, refrescam a boca ressequida do sedento de água e atenção; tudo é benção sendo distribuída em nome do amor, cobrindo a terra à semelhança de pequeninas e coloridas flores que se espalham pelos campos, inebriando de perfumes o observador que lhe contempla.
É preciso confiar em Deus, trabalhar na construção de uma vida melhor sem temores ou prevenções. O criador designou uma alma especial para cuidar do mundo. Jesus é o porto seguro de todos os habitantes deste planeta e conduzirá a todos, como ele mesmo prometeu, à felicidade, que mais cedo ou mais tarde chegará ao coração de todos.
COLABORA SERVINDO E COLHERÁS OS FRUTOS EM FORMA DE CONFIANÇA E PAZ, TRAZENDO SOSSEGO AO TEU CORAÇÃO.
Autor da mensagem: Adelvair David - publicada no jornal "Folha Noroeste" da cidade de Jales-SP, em 29 de janeiro de 2011.

Um comentário:

Cacá/São Paulo/SP disse...

Como sempre, seus posts nos trazem calma e alegria !
David, fique c/ nosso Mestre Jesus.
Adoro dar comida p/ os peixinhos do blog...esqueço de tudo, entro em contato c/ meu EU, e sinto mais paz.
Abraço.
Cacá
São Paulo/SP