segunda-feira, 16 de agosto de 2010


AS IDÉIAS E OS IDEALISTAS
É fato que ter idéias é fenômeno comum. Muitos passaram e passam rompendo épocas com as suas idéias.
Necessário meditar que nem sempre idéias representam ideais. Não se pode confundir o idealista com o sonhador, aquele que vive no mundo das idéias. Enquanto o idealista possui um projeto para onde se encaminha sua vida, impulsionando-o ao trabalho, aos esforços, o sonhador com suas idéias não vai a lugar algum.
Prisioneiros de suas idéias, contrariando todo o bom senso e sem nexo algum no tempo e no espaço, aguarda vivendo no mundo das idéias, que algo lhe caia do “céu”.
Há o que divulga suas idéias para o grande público; se entusiasma aguardando o parecer dos que lhe cercam, e quando o consegue, surpreende-se incerto, sem saber se é isto mesmo o que deveria fazer. Na sua histeria e inobservância não se apercebe que as suas idéias não representam os seus ideais, porque eles não existem.
Na obra do bem, até mesmo no campo da fé, existem as criaturas de idéias. Chegam a criar campos de serviço, mas para os outros realizarem; logo abandonam ou se limitam a quase nulidade, pouco ou nada produzindo. Acreditam que a existência da obra, por terem-na criado e o trabalho dos outros, lhes conferirá valores. Disse-nos o Senhor Jesus: “A cada um segundo as suas obras”.
Os nomes honrados da humanidade, pela força de suas idéias, construíram ideais eternos, que o tempo não conseguirá apagar; permanecerá inspirando outros corações a seguirem por onde seguiram.
Os reais ideais estimulam o autoconhecimento, erradicando a ignorância e o preconceito, entraves significativos ao crescimento material, moral e espiritual.
Quando questionado sobre o porquê não se defendia das calúnias e ataques que recebia, Chico Xavier respondia: “Eu estou me defendendo, estou trabalhando”... Ensinou-nos a mais bela trilogia do sucesso e do idealista: Silêncio, Trabalho e prece.
Com certeza Chico não era apenas um homem de idéias, mas sim de ideais; exemplo vivo para quem deseja realizar algo.
O amor confere boas idéias àquele que lhe cede ao convite, transformando-o em IDEALISTA.
Autor: Adelvair David - mensagem publicada no Jonal "Folha Noroeste" da cidade de Jales em 14 de agosto de 2010.

Nenhum comentário: