CHICO XAVIER, UMA ALMA GENEROSA.
Homenagens por todo o país marcaram o centenário de Chico Xavier.
Considerado pelos espíritas, o maior médium espírita de todos os tempos, não se limitou à prática responsável e amorosa da mediunidade.
Chico foi um missionário do amor de Deus ensinado por Nosso Senhor Jesus Cristo, reconhecidamente por pessoas de todos os credos e de todo o mundo o apóstolo da caridade cristã, rompendo as fronteiras da religião para amar a todos, indistintamente; onde a dor se instalava, Chico era o bálsamo consolador, a palavra iluminada que socorria sempre, o sorriso reconfortador onde os sofredores que o procuravam descansavam suas angústias.
Chico, o homem bom, cantado em músicas, em trovas poéticas, em filmes e principalmente, reconhecido no coração de quem retomou o sentido da vida ao contato feliz com o seu espírito generoso.
Foi o homem luz, que pregou e caminhou com a sua vida nos passos de Jesus, ensinando com o trabalho e o exemplo a tolerância e a alegria de viver, tudo conforme as palavras do nazareno. Ele dizia: – precisamos adotar em nossas vidas o ensinamento de Nosso Senhor Jesus Cristo, “amai-vos uns aos outros como eu vos amei”.
Chico, um legado de amor para a humanidade.
Chico, um ensinamento vivo do evangelho.
CHICO, UMA LUZ QUE NÃO SE APAGA.
Autor:Adelvair David - Publicada no jornal "Folha Noroeste" no dia 10 de abril de 2010.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REFLEXÕES

REFLEXÕES