terça-feira, 28 de abril de 2009

REFLEXÕES

UMA ESPÉCIE DE FASCINAÇÃO
A fascinação é um processo do pretensioso que, acredita ter a solução milagrosa, o remédio infalível, o conselho ideal, a solução mágica para a resolução dos problemas de todos, do mundo.
Ao alcançar uma posição humana de relativo destaque, acredita-se aquele que irá decidir para sempre os destinos e rumos, multiplicando e revolucionando as idéias das quais espera a sua glória; aguarda reconhecimento e louvor, aplausos que nunca virão como deseja.
Iludido quanto as suas capacidades e infalibilidades, mergulha lentamente num profundo pântano; ignora tudo e a todos que lhe acenem com a mão de socorro para que acorde e saia do caminho que o está conduzindo para a derrocada.
Tudo o que faz, é o melhor que já foi feito até então; todo o seu trabalho é um legado que acredita será deixado para a humanidade e que jamais alguém fará melhor. Pobre insensato! Ludibriado pela paixão que o cega, fascinado pela sua própria imagem, encontra-se anestesiado no sono do qual não pretende acordar. Não percebe que o tempo passa e deixa tudo para trás; terá de se deter no seu próprio limite ou pela forças das situações que não pode controlar; verá sob o peso da própria decepção – não sem antes se prejudicar profundamente – que a melhor realização está muito além do que imaginava; que todos aqueles que como ele, desejaram dominar o mundo e as pessoas, acabaram dominados pelos tentáculos da sua própria vaidade.
É preciso o cuidado para não se inebriar com idéias e sistemas que se proclamam absolutos e salvadores, pois no mundo onde vivemos, os espíritos que por aqui habitam guardam limitações bem definidas; encharcados do orgulho que trouxerem do pretérito desejam – mesmo que inconscientemente – dobrar os joelhos dos outros, exercitando a disfarçada tirania e domínio de antes.
Somente a consciência de que somos todos aprendizes, colaborando uns com os outros, entenderemos que as posições humanas são ofertas da divindade a nosso próprio benefício, para que colaborando aprendamos a servir verdadeiramente e sem interesse, concorrendo para o bem comum, que surgirá não do esforço de um, mas de todos.
Disse Pedro na porta formosa ao paralítico: “(...) o que eu tenho eu te dou”.
SABEDORIA É TER A HUMILDADE COMO META E O DESEJO DE SERVIR COMO MOTIVAÇÃO DO EXISTIR.
Adelvair David.

IMPERDÍVEL











TODOS OS DOMINGOS AS 15 HORAS NA REDE TV.
NÃO VAMOS PERDER!

terça-feira, 21 de abril de 2009

JANTAR BENEFICENTE

ATENÇÃO CAROS AMIGOS E IRMAOS
DELICIOSO JANTAR NO MARIA DOLORES

Será no sábado dia 25 de Abril as 20h.
Saboroso Cardápio com o temperinho do amor: Lagarto ao Vinho com batata sauteè, Salada tricolor, Arroz Libanes, Salada Marroquina, Farofa de Banana e arroz branco.
Ingressos à venda com os trabalhadores da casa ou pelo fone: (17) 3632.4415 e (17) 9714.1591 (com a Cássia) ou pelo e-mail: addavid@ig.com.br

VENHA PARTICIPAR CONOSCO, TEREMOS MUITO PRAZER EM RECEBÊ-LO

quarta-feira, 15 de abril de 2009

O BEM QUE SE FAZ.
Motivados por um sentimento de estranheza e constrangimento diante da visão do necessitado, o “Ser” atira-se a ceder, oferecer e prover o outro daquilo que lhe representa a privação.
Honrosos esforços, meritório enlevo d´alma com toda certeza. Necessário se faz compreender que o bem vai além das fronteiras do dar, para se transformar numa atitude daquele que vê no outro um filho de Deus, conseqüentemente seu irmão, que mais do que pão, roupa e utensílios, necessita de calor humano, respeito, consideração, carinho, alento.
Nesta ótica, vamos encontrar as almas piedosas que, na Terra, estão sempre prontas a socorrer a indigência, a consolar a dor, a minimizar a angústia, a aconselhar o rumo certo. “São os samaritanos de Jesus”, que ao passarem pelas “estradas de Jericó” da vida, estão sempre atentos para verem se existe alguém caído; não apenas para verbalizar lamentos do tipo: -“Como sofre aquele infeliz!... Deus tenha piedade dele”, mas para silenciosamente untar as suas feridas do espírito; oferecer a própria montaria; pagar a estalagem e, principalmente velar à cabeceira do seu leito até que esteja extinto o sofrimento. Oh! Quão poucos se oferecem para “tal”, tendo-se em vista que se convencionou chamar de “bem” apenas a comida que se dá, as vestes que cobrem o corpo, porém, onde estão as vestes que agasalham a alma da indigência afetiva?. Muitos fogem do bem real, por temerem o vínculo com o necessitado. Neste sentido, ouvimos a pergunta de Jesus na parábola ao doutor da lei: “Quem te parece ter sido o próximo do homem que caiu nas mãos dos ladrões? (...) vai tu e faze o mesmo.
O bem que se faz, será caracterizado sempre e principalmente pela atenção verdadeira com que se trata o outro. Alguém que vê partir um ente querido para a vida espiritual, necessitará – mesmo que tenha compreensão – de muito mais que a frase vazia e fria... ”Deus quis assim”. Carecerá de um ombro para chorar e falar da saudade antecipada que já sente; de palavras de encorajamento e esperança, para prosseguir até o reencontro feliz; ensinar a prece que alivia e orar junto com o outro que deseja fugir da vida por acreditar que não tem mais força para prosseguir, dizendo-lhe: “­ – A morte não existe, é preciso viver bem para prosseguir em paz nos dois planos da vida; aqui ou na vida espiritual.
Quem procura no bem sua razão de existir, dignifica-se na vida material e ilumina o espírito, portanto, é feliz.
O BEM REAL É VERDADEIRO COLO DE MÃE, ONDE DESCANSAMOS EM PAZ.

Adelvair David

terça-feira, 14 de abril de 2009

PALESTRA COM MARILUSA VASCONCELLOS

A médium de pintura mediúnica MARILUSA VASCONCELLOS fará PALESTRA no Maria Dolores
Domingo dia 19 de abril as 19h30min.

Rua 19 nº 768, Bairro São Judas Tadeu - Jales, SP.
Será um grande prazer receber a todos em nossa casa para passamos momentos felizes neste encontro fraterno.
SEJAM BEM VINDOS.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

MEDIUNIDADE SEGUNDO "EMMANUEL"

MÉDIUNS...
"Os médiuns, em sua generalidade, não são missionários na acepção comum do termo; são almas que fracassaram desastradamente, que contrariaram, sobremaneira, o curso das leis divinas, e que resgatam, sob o peso de severos compromissos e ilimitadas responsabilidades, o passado obscuro e delituoso. O seu pretérito, muitas vezes, se encontra enodoado de graves deslizes e de erros clamorosos. Quase sempre, são espíritos que tombaram dos cumes sociais, pelos abusos do poder, da autoridade, da fortuna e da inteligência, e que regressam ao orbe terráqueo para se sacrificarem em favor do grande número de almas que desviaram das sendas luminosas da fé, da caridade e da virtude. São almas arrependidas, que procuram arrebanhar todas as felicidades que perderam, reorganizando, com sacrifícios, tudo quanto esfacelaram nos seus instantes de criminosas arbitrariedades e de condenável insânia."
Do livro "Emmanuel - Chico Xavier

sexta-feira, 3 de abril de 2009

CURSO DE PASSE

ESTAREMOS REALIZANDO MAIS UM CURSO DE PASSE NO GRUPO MARIA DOLORES.
SERÁ NO DIA 19 DE ABRIL AS 8h30min, na Rua 19 nº 768, Bairro São Judas Tadeu - Jales, SP.
É necessário a inscrição para o curso pelo telefone (17) 3632.9983 (Jane) ou pelo e-mail: addavid@ig.com.br .