terça-feira, 30 de setembro de 2008

REFLEXÕES

DISPONIBILIDADE PARA O BEM

Nem sempre ao manifestar o desejo do bem, existirá da parte de quem assim pense as ações que representem a intenção.
A disponibilidade para tal comportamento, esbarra no receio, e em uma série de prevenções nascidas na observação das atitudes dos outros.
É possível que os mal intencionados os que se arvoram como benfeitores sociais, mas que na verdade são espoliadores da dignidade e da confiança alheia, tenham colaborado para que o clima de descrédito se lhes instalasse na alma.
Outras vezes, a falta de confiança em si mesmo, quando não se acredita poder realizar algo de bom, permite adormecer em muitos o ímpeto de se tornar útil ao seu semelhante; Também temos aqui a posição de quem vai receber que olha com menosprezo e dúvida o auxílio, por ter colhido decepções e enganos ao se submeteram.
Seja como for, nem sempre é simples estar disponível para o serviço do bem ao próximo; Esta postura demanda entrega, não apenas do dinheiro, do tempo, dos braços, mas principalmente do sentimento, onde deve nascer o desejo de realizar sem esperar qualquer tipo de retribuição.
Observando o ensinamento do mestre Jesus, encontraremos a medida exata de tal procedimento: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”, um amor que segue exemplificando até nossos dias, e o será por toda a eternidade; É o serviço do coração, onde as mãos são a sua extensão, é o sentimento de fraternidade que só pode nascer no espírito daquele que se propõe deixar o comodismo, os achismos, as prevenções para devolver o sentido da vida a quem já não espera mais nada dela.
É imperioso meditarmos na necessidade de nos desdobrarmos em serviço por amor, para que a vida surja gloriosa em toda a Terra, mundo onde as provas e as expiações campeiam por todos os lados, onde a dor é realidade da maioria e a paz rara exceção, sendo projeto de muitos; Somente assim poderemos ter dignidade suficiente para que a consciência nos autorize a receber sem amarguras, o resultado desse trabalho será o nosso próprio crescimento.
Não poderemos ter tranqüilidade de alma enquanto houver lágrimas sendo derramadas em algum lugar deste mundo. Seremos carcomidos no berço da indiferença onde resolvermos nos deitar, sem jamais encontrar descanso, e este só virá, quando os nossos dias se transformarem em tempo disponibilizado ao próximo e o seu bem-estar.
DISPONIBILIZA-TE PARA O BEM

Adelvair David

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

CONFERÊNCIA ESPÍRITA COM JOSÉ MARIA

ESTAREMOS RECEBENDO NO MARIA DOLORES O ORADOR E MÉDIUM PAULISTA JOSÉ MARIA DE MEDEIROS.
Dia: 05 de Outubro as 19h30min.
Endereço: Rua 19, nº 768, Bairro São Judas Tadeu - Jales, SP.
Informações: 17-3632.9983 (Jane)

José Maria é Médium, Orador Espírita, psicografou várias obras pela sua mediunidade.
Em 1993, junto a um grupo de amigos de Doutrina, fundou a Instituição Espírita Lar “Albert Schweitzer”, em homenagem a esse humanista admirável que cuidava de hansenianos, em Lambarené, na África Equatorial. Após receber em doação, uma área no município de Suzano – São Paulo, passou a construir a sede da instituição onde atualmente desenvolve as atividades junto aos demais colaboradores, ocupando o cargo de Presidente.

DIVALDO FRANCO

Todos os domingos, na Rede TV
Um programa espírita apresentado numa das grandes redes de televisão e com o nosso maior divulgador, o querido amigo Divaldo Franco.
Todos os domingos, das 15:00 às 15:30hs.
Pela Rede TV - Estréia em 5 de outubro

MATÉRIA SOBRE OS MÉDIUNS NA REVISTA ISTO É


Matéria da revista ISTO É

cartas@istoe.combr
O poder dos médiuns

Como a ciência justifica as manifestações de contato com espíritos e por que algumas pessoas desenvolvem o dom

por Suzane Frutuoso fotos Murillo Constantino

O espiritismo é seguido por 30 milhões de pessoas no mundo. O Brasil é a maior nação espírita do planeta. São 20 milhões de adeptos e simpatizantes, segundo a Federação Espírita Brasileira – no último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 2,3 milhões declararam seguir os preceitos do francês Allan Kardec, o fundador da doutrina. A mediunidade, popularizada pelas psicografias de Chico Xavier, em Uberaba (MG), ganhou visibilidade nos últimos anos na mesma proporção em que cresceu o espiritismo. Mas nada se compara ao poder da mídia atual, que permite debater os ensinamentos da religião por meio de livros, programas de tevê e rádio. Os romances com temática espiritualista de Zíbia Gasparetto, por exemplo, são presença constante nas listas de mais vendidos.
Embora não haja estatísticas de quantos entre os praticantes são médiuns, o que se observa é uma quantidade maior de pessoas que afirmam possuir o dom. O interesse pela religião fundamentada por Kardec (por isso também chamada de kardecismo) é confirmado pelo recorde de público do filme Bezerra de Menezes – o diário de um espírito, do cineasta Glauber Filho: 250 mil espectadores, desde o lançamento nos cinemas, em 29 de agosto. Um número alto para uma produção nacional. O longa, com o ator Carlos Vereza (também praticante do espiritismo) no papel-título, conta a história do cearense que ficou conhecido como “médico dos pobres”, se tornou ícone da doutrina e orienta médiuns em centenas de centros a se dedicar ao bem e à caridade.

PSICOGRAFIA
Instrumento por meio dos livros

A psicóloga Marilusa Vasconcelos, 65 anos, de São Paulo, é conhecida no espiritismo pela sua vasta literatura psicografada. Em 40 anos de dedicação à mediunidade, publicou 61 livros. Seu orientador é o espírito do poeta Tomás Antonio Gonzaga, que participou da Inconfidência Mineira. A dedicação à psicografia levou Marilusa a fundar em 1985 a Editora Espírita Radhu, sigla para renúncia, abnegação, desprendimento e humildade, a base dos ensinamentos na doutrina. Ela reúne outros dons, como ouvir, falar e enxergar espíritos e ser instrumento deles na pintura mediúnica. “Os vários tipos surgiram desde a infância”, conta Marilusa, que nasceu numa família espírita. “O controle da mediunidade é indispensável. O médium não é joguete do espírito. Eles interagem, num acordo mútuo de tarefa.”
Os espíritas dizem que todas as pessoas têm algum grau de mediunidade. Qualquer um seria capaz de emitir pensamentos em forma de ondas eletromagnéticas que chegariam a outros planos. O que torna algumas pessoas especiais, segundo os praticantes, a ponto de se transformarem em canais de comunicação com os mortos, é uma missão – designada antes mesmo de nascerem, determinada por ações em vidas anteriores e que tem na caridade o objetivo final. “É uma tarefa em favor da evolução de si mesmo e da ajuda ao próximo”, diz Julia Nesu, diretora do departamento de doutrina da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo. Fenômenos relacionados a pessoas que falavam com mortos e envolvendo objetos que se mexiam são relatados desde o século XVII, tanto na Europa quanto nas Américas, mas hoje cientistas tentam compreender o fenômeno. Algumas linhas de pesquisa mostram que o cérebro dos médiuns é diferente dos demais.
São cinco os meios de expressão da mediunidade. A psicografia, que consagrou Chico Xavier, é a mais conhecida. Nela, o médium escreve mensagens e histórias que recebe de espíritos. Estaria sob o controle deles o que as mãos transcrevem. A vidência permite enxergar os mortos que não conseguiram se desvencilhar da Terra ao não aceitarem a morte ou que aparecem para enviar recados a entes queridos. Na psicofonia, o sensitivo é capaz de ouvir e reproduzir o que os espíritos dizem e pedem. A psicopictografia, ou pintura mediúnica, permite ao médium ser instrumento de artistas desencarnados (termo usado pela doutrina para designar mortos). A mediunidade da cura é responsável pelas chamadas cirurgias espirituais. Não é incomum um mesmo indivíduo reunir mais de um tipo de dom.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

SEMINÁRIO


A Associação Jurídico-Espírita do Estado de São Paulo convida os operadores de Direito e o público em geral para o seminário:
Tema: A ética espírita e o Operador do Direito: uma análise sobre a conduta do Operador do Direito espírita diante dos apelos aéticos de um mundo materialista.
Data: 24 de setembro de 2008, das 19 às 21h15
Local: Na sede da USE, à Rua Gabriel Piza, 433, Santana, São Paulo-SP (na rua do metrô Santana). Fone: 11 - 2950.6554
Expositores:
Dra. MARIA ODETE DUQUE BERTASI, advogada, Diretora Secretária da AJE-SP e Presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).
Dr. GLEIBE PRETTI, advogado, professor de Direito do Trabalho e Presidente da Associação Paulista dos Advogados trabalhistas.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

AUTODESCOBRIMENTO

O Entendimento de Si mesmo é o maior desafio do Ser em Sua trajetória existencial.
Aumentando o aproveitamento da Sua Vida, diminuindo a possibilidade dos enganos, consequentemente uma significativa melhoria nas condições de felicidade.

ESTUDE-SE SOB A VISÃO DO VENERANDO ESPIRITO JOANNA DE ANGELIS.

Venha Estudar Conosco aos sábados 9horas da manhã- Grupo Espírita Beneficente Maria Dolores-Rua 19, nº 768, Bairro S. Judas Tadeu - CEP 15700-000, Jales-SP.

Maiores informações pelo e-mail: addavid@ig.com.br

BEZERRA DE MENEZES E A INTERNET

Nelson Gobbi, Jornal do Brasil
Bezerra de Menezes faz de corrente pela internet sua maior divulgação.
Boca a boca e e-mail a e-mail, o longa Bezerra de Menezes – O diário de um espírito, dirigido por Glauber Filho e Joe Pimentel e protagonizado pelo ator Carlos Vereza, segue surpreendendo na bilheteria. A cinebiografia do médico kardecista, em cartaz há duas semanas, já levou 141 mil pessoas ao cinema, sendo 43.169 apenas no fim de semana passado. Para manter a ótima média de 2.500 espectadores por cópia (superior a de Meu nome não é Johnny, a maior bilheteria do ano até então), o filme conta com uma corrente de divulgação espontânea, criada, sobretudo, por blogs e comunidades no orkut e entre membros de grupos espíritas.
Esse fenômeno começou antes da exibição do filme – conta Glauber Filho. – Durante os dois anos da produção nos correspondemos pela internet com esse público em potencial. Atualizamos cada etapa por meio desse mailing e tivemos muito retorno. Depois da estréia, respondemos cerca de 100 e-mails por dia em média.
O diretor vê no sucesso do filme a chance de uma reavaliação do mercado de cinema no Brasil.

domingo, 14 de setembro de 2008

REFLEXÕES

A VIDA E A VERDADE
Por aquilo que é transitório, vale a pena o comprometimento?
Existem ações humanas que marcarão o espírito por tempos infindos.
Os prazeres efêmeros, respondem pela maior parte das amarras que guindam o Ser às expiações dolorosas e de grande curso, inviabilizando a felicidade e a Paz.
O poder, a possibilidade do dinheiro, o sexo fácil, a penetrabilidade social e outros interesses subalternos, não valem a vinculação criminosa e vil a que a criatura se permite, apenas pelo gosto de ocupar os lamentáveis pódios da ilusão; castelos que se constroem e ruem ante os efeitos das conseqüências dos atos a que todos estão submetidos.
Edificar uma vida com interesses voltados para a verdade, visando o crescimento ético-moral, deve ser a meta, razão onde a existência deve encontrar sentido. Todos nascem na Terra com objetivos relevantes, dentro das necessidades evolutivas de cada um, no aspecto moral e intelectual. Observar os critérios estabelecidos pela consciência, que adverte aconselhando em cada ação empreendida, é conquistar posição real, elevada, maior, de plenitude diante da vida, e não temporária.
Os convites para fazer o que não se deve, para os conchavos torpes, são ostensivos, porém de funestos desdobramentos. Tranqüilidade, conforto, bem-estar, são estados de alma daquele que optou pela verdade sem ceder aos impulsos convidativos e sedutores dos pigmeus morais.
Recomendou-nos Paulo: Seja o teu dizer sim, sim e não, não.
Segue considerando que a matéria é transitória. VIVA A VERDADE E VIVA EM PAZ.
Adelvair David

sábado, 13 de setembro de 2008

PALESTRA ESPÍRITA


PALESTRA ESPIRITA COM GERALDO GUIMARÃES DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
HOJE DIA 13 DE SETEMBRO AS 19:30 H NO MARIA DOLORES - Rua 19, nº 768, Bairro São Judas Tadeu - Jales, SP.
NÃO PERCA A OPORTUNIDAE DE OUVIR UMA MENSAGEM DE ESTÍMULO E PAZ!

VENHA A NOSSA CASA, VOCÊ É BEM VINDO

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

4º ENCONTRO NACIONAL DA LIGA DE HISTORIADORES E PESQUISADORES ESPÍRITAS

A Construção de estratégias para a memória e a pesquisa espírita
Criada há mais de dez anos, a Liga de Historiadores é uma associação virtual, que ganhou projeção ao reunir, através da internet, historiadores, pesquisadores e escritores espíritas, interessados em todo o mundo pelo estudo da temática espírita.
O 4.o Encontro Nacional será mais uma oportunidade para os pesquisadores apresentarem seus trabalhos mais recentes no campo da pesquisa espírita e também abrir novos horizontes e inspirar novas realizações.
Participarão expositores de São Paulo (capital e interior), Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia.
Programação
Sábado - 27/09
8h30 – Composição da Mesa/Prece de abertura/Apresentação musical
8h50 – Saudação do CCDPE e da LIHPE
9h00 – Homenagem a Eduardo Carvalho Monteiro – Apresentação de vídeo (Versátil Home Vídeo)
9h30 – Intolerância ao Espiritismo na Espanha e no Brasil – Jáder Sampaio
10h30 – Coffee break
10h45 – Minicurso: O uso das fontes documentais na preservação da memória espírita – Míriam Hermeto
12h15 – Yvonne do Amaral Pereira: literatura a serviço do bem – Pedro Camilo
12h45 – Intervalo para almoço
14h00 – A conspiração do silêncio (Mesmer, Newton, Claude Bernard) – Paulo Henrique Figueiredo
14h30 – Clóvis Tavares: entre o Socialismo e o Espiritismo – Flávio Mussa Tavares
15h00 – O caso Humberto de Campos sob os olhos da Academia – Alexandre Caroli Rocha
15h30 – Coffee break
16h00 – Filosofia, ciência e moral: os três aspectos do Espiritismo aplicados à pesquisa – Cristina Sarraf
16h30 – Novas pesquisas na Transcomunicação Instrumental (TCI) – Sônia Rinaldi
17h30 – Perguntas e debates
18h30 – Encerramento
Domingo - 28/09
8h00 – Composição da Mesa/Prece de abertura
8h05 – A história do Espiritismo na cidade de Franca-SP – Adolfo de Mendonça Júnior
8h35 – Fogo selvagem, a água que brilha: Hospital do Pênfigo de Uberaba – Nádia Rodrigues A. M. Luz Lima
9h05 – Como resgatar a memória do Espiritismo por meio da mídia – Izabel Vitusso
9h40 – Perguntas e debates
10h00 – Lançamento do livro Chico Xavier: um herói brasileiro no universo da edição popular, de Magali de Oliveira Fernandes
10h15 – Coffee break
10h30 – Tema: Por que foram criadas creches espíritas no Brasil – Alexandre R. de Azevedo
11h00 – Instituições centenárias ativas: a história viva do Espiritismo – Washington Nogueira Fernandes
11h40 – Tema: Perfil da produção acadêmica brasileira com temática espírita (1989-2006) – Marco Milani
12h20 – Perguntas e debates
12h35 – Apresentação musical
12h50 – Encerramento

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

BOA ESTRÉIA DO FILME "BEZERRA DE MENEZES"





Filmes brasileiros surpreendem e fazem boas estréias no fim de semana
Plantão Publicada em 02/09/2008 às 13h35m
O Globo Online
RIO - As produções nacionais surpreenderam e fizeram boa estréia no circuito este fim de semana. Mesmo com 14 lançamentos no país, os longas "Bezerra de Menezes - Diário de um espírito" e "Os desafinados" conseguiram ficar entre os dez mais vistos no ranking divulgado esta terça-feira, pelo "Filme B". E o mais improvável: o médium vivido por Carlos Vereza superou o galã Rodrigo Santoro. Com temática espírita, "Bezerra de Menezes" teve a melhor média de público. Foram 1.049 pessoas por cópia (o filme foi distribuído com 44 fitas), deixando a produção protagonizada por Carlos Vereza na sétima posição. Para se ter uma idéia, a melhor estréia da semana, "O reino proibido" com Jackie Chan, ficou em segundo lugar, levando mais de 90 mil pessoas aos cinemas. Mas fez apenas 511 espectadores por cópia. Ao todo, "Bezerra de Menezes " foi visto por 51.389 pessoas.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

REFLEXÕES

TUDO O QUE CRIAMOS.
Passamos grande parte das nossas vidas ignorando nossas reações pessoais.
E por não prestarmos atenção, tombamos nas ciladas íntimas, vitimados pelo que está na sombra de nossa personalidade que foi desconsiderado. Paga-se um preço alto, desnecessário, em algumas vezes de difícil reparação.
Não raro, a criatura humana depara-se com comportamentos e reações que só são identificadas no acalmar dos ânimos, porém, as conseqüências são inevitáveis. Desejando ou não, cientes ou não, somos responsáveis diante da vida por tudo o que criamos. Aprendemos que, “a sementeira é livre, mas a colheita é certa”, Lei de Causa e Efeito.
Há quem diga que é melhor levar a vida, deixá-la seguir o seu curso sem esquentar a cabeça. Essa postura seria lógica se o absolvesse da responsabilidade dos atos, o que além de não ser verdade, leva-o a caminhar sob a tênue teia da ilusão, que pode romper-se a qualquer momento, precipitando-o no fundo dos abismos morais, materiais e espirituais.
Além das provas naturais de crescimento, programadas pelo espírito para a sua jornada terrena, a maioria dos problemas e complicações, faz parte da forma como lida com as Suas reações emocionais, com o seu universo íntimo.
O trabalho no bem é um estimulador de valores, por proporcionar o desenvolvimento de novos sentimentos, que vão substituir na Sua natureza os hábitos arraigados e desconhecidos que Lhe são perniciosos, ou aqueles que carecem de melhor orientação; se houver honestidade no propósito assumido, o decorrer das tarefas promove uma silenciosa e por vezes inconsciente avaliação que o espírito faz de si mesmo, não sendo difícil reconhecer que se vive em melhores condições do que a daquele a quem se propôs servir.
O resultado é o surgimento da brandura, resignação, compreensão, tolerância e de uma vigorosa força para viver e cumprir conscienciosamente os deveres sociais e morais.
“Conhece-te a ti mesmo”, disse Sócrates.
OBSERVA-TE E CONVIVA BEM.
ADELVAIR DAVID

JANTAR ITALIANO


LEMBRANDO
NESTE SÁBADO DIA 06 DE SETEMBRO, JANTAR ITALIANO DO GRUPO ESPÍRITA BENEFICENTE MARIA DOLORES.

SERÁ NO JALES CLUBE.

Ingressos à venda com os trabalhadores, ou pelos telefones: (Jane) 17-3632.9983 - (Cassia) 17-9714.1591 - (Kiko) 17- 3632.8504 - 3632.9070 - 97042171.

NÃO PERCA, VENHA CONFRATERNIZAR CONOSCO
!
ATENÇÃO:
NÃO HAVERÁ VENDA DE BEBIDA ALCOÓLICA