quinta-feira, 22 de maio de 2008

O HÁBITO E O SENTIMENTO


O homem, muitas vezes, modifica o hábito mas não o sentimento.

Deixa de atacar, de ofender, de vociferar, torna-se mais polido, nem por isso é menos mesquinho, invejoso, orgulhoso, egoísta, odiento, na intimidade.

São esses defeitos que permanecendo ativos na sua natureza lhe fazem mal e necessitam de urgente transformação.

Pouco lhe adianta parecer bom, é preciso ser bom, estar lutando por essa conquista, somente assim, com o passar do tempo, os novos sentimentos que vão tomando o lugar dos anteriormente inferiores, farão com que deixe de ser atormentado, perturbado, desequilibrado, promovendo-o a uma condição de real felicidade e mais paz.

-Adelvair David-

2 comentários:

Patricia disse...

já dizia nosso querido Chico Xavier.
"Nós podemos morar numa casa mais ou menos, dormir numa cama mais ou menos, ter um transporte mais ou menos. O que a gente não pode,de jeito nenhum, é Amar mais ou menos, ter Fé mais ou menos, Acreditar mais ou menos, Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos...PRECISAMOS OLHAR PRA DENTRO DE NÓS E NOS MODIFICARMOS O QUANTO ANTES.......

Patricia disse...

já dizia nosso querido Chico Xavier.
"Nós podemos morar numa casa mais ou menos, dormir numa cama mais ou menos, ter um transporte mais ou menos. O que a gente não pode,de jeito nenhum, é Amar mais ou menos, ter Fé mais ou menos, Acreditar mais ou menos, Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos...PRECISAMOS OLHAR PRA DENTRO DE NÓS E NOS MODIFICARMOS O QUANTO ANTES.......